Carta a todos os membros das Santas Missões Populares

Queridos sócios, queridas sócias: paz e bem.

Sou Pe. Luís Mosconi, atual presidente da Associação Santas Missões Populares (ASMP), em cujo nome eu estou escrevendo a todos vocês, missionários/as das Santas Missões Populares (SMP), espalhados por esse imenso Brasil afora. Escrevo para dar notícias a respeito do presente e do futuro das nossas SMP. Queremos partilhar com vocês algumas decisões importantes a serem tomadas nos próximos meses; e elas precisam do apoio de vocês. A finalidade de tudo isso é para melhorar o nosso belo serviço das SMP. Para entender bem, quero lembrar momentos importantes da caminhada das nossas SMP. Por isso, essa carta sai um pouco comprida; mas não parem, é para ler até o final.

Começamos pensar um jeito diferente de vivenciar as SMP exatamente 30 anos atrás, em 1989. Início de janeiro deste ano publicamos uma carta para todos os missionários dando noticia desta bela caminhada. O título da carta é: CARTA DOS TRINTA ANOS. Receberam? Podem solicitar e enviaremos com todo prazer. Realizamos a primeira experiência de SMP em 1991, sem pretensão nenhuma. Queríamos fazer uma experiência, para depois avaliar melhor. O problema é que o povo gostou muito e os missionários pediram para continuar. E assim continuamos e nunca mais paramos. Uma caminhada impressionante, que nunca, nunca mesmo, teríamos imaginado.

Em 2007, houve a bela Assembleia dos Episcopados Latino-Americanos em Aparecida, cuja mensagem mais importante foi: Testemunhar hoje a missão de Jesus de Nazaré, nosso Senhor e Salvador. Cresceram os convites de dioceses. Assumimos uma missionária como funcionaria, e isso facilitou muito o avanço das SMP. Em 2008, começamos ser solicitados por algumas dioceses de língua espanhola do nosso Continente. Mais uma vez, o crescimento do nosso serviço nos pressionou a uma maior e melhor organização. E assim, em julho de 2012, fundamos a Associação Santas Missões Populares (ASMP), que nos permitiu, entre outros, publicar nossos livros, como Editora. Barateamos os preços, cresceu a venda, aumentaram as entradas, cobrimos as despesas.

Vejam alguns números desta caminhada: até o momento, essa nossa maneira de SMP já foi solicitada e vivida em mais de cem dioceses do Brasil, em umas de maneira mais intensa em outras menos, mas, sempre com saldo positivo; e em uma quinzena de dioceses de língua espanhola. Mais de 500 mil pessoas já passaram pelo processo formativo de discípulos missionários, graças a uma equipe de formadores/as dedicados/as e capacitados/as. Cerca de 600 mil exemplares de nossos livros espalharam-se pela América Latina, para ajudar no processo formativo. O livro manual Santas Missões Populares – livro chefe puxando os outros – já se encontra na 52ª edição, publicado também em espanhol e em uma língua indígena da Guatemala. Realmente é algo incrível. Por tudo isso, glória a Trindade Santa!

Não paramos. Nos últimos dois anos, cresceu em nós o desejo de uma estrutura mais simples e de uma maior expressão de comunhão eclesial. Sempre nos preocupamos muito com a comunhão eclesial, nunca entramos em uma diocese sem a solicitação explícita ou implícita (através dos párocos) do bispo local. Temos um bispo acompanhante que sempre participa de nossos encontros, expressando visivelmente e concretamente a comunhão eclesial. Mas, queríamos avançar mais neste sentido.

Vocês sabem que as nossas SMP não surgiram de alguma congregação religiosa, mas de comunidades locais que vivenciaram as SMP, gostaram e se colocaram à disposição, através de missionários, para ajudar outras comunidades/paróquias/dioceses interessadas. Essa ajuda recíproca de comunidades/Igrejas locais é uma experiência emocionante, profundamente intereclesial e enriquecedora. Ainda: nestas nossas SMP, juntos, trabalham presbíteros diocesanos e religiosos, irmãs de várias congregações religiosas, leigos e leigas de várias dioceses. É um sinal de comunhão bonita e enriquecedora; e isso é algo muito positivo para a vida da Igreja. “Isso não pode parar”, é o pedido de muita gente.

Por tudo isso, cresceu o anseio de uma maior vinculação com a CNBB. Não queremos nenhum privilegio em relação às outras SMP (Deus nos livre), nem exigimos apoio econômico; simplesmente desejamos expressar e viver uma maior profunda comunhão eclesial, sem, com isso, perder o que é típico destas SMP, amadurecido ao longo de 30 anos de caminhada.

Considerando tudo isso, a fórmula melhor que encontramos é passar de associação (ASMP) a organização religiosa sem finalidade lucrativa. Caso for aprovado, nosso novo nome será: Organização Santas Missões Populares (OSMP). Esse tipo de organização religiosa sem finalidade lucrativa é fruto do acordo assinado entre Santa Sé e Governo Brasileiro em 13 de novembro de 2008, ratificado pelo Senado Federal através do Decreto Legislativo nº 698, de 07 de outubro de 2009 e pelo decreto nº7107, de 11 de fevereiro de 2010.

Para tratar deste assunto, realizamos um encontro profícuo entre responsáveis das SMP e alguns bispos amigos, em março passado, na sede das Pontifícias Obras Missionárias (POMs), em Brasília. É consenso unanime fazer essa passagem. Por isso, a diretoria da ASMP tomou a iniciativa de uma assembleia extraordinária para decidirmos, juntos, essa passagem. Os objetivos, a metodologia, a espiritualidade das SMP continua tudo igual. Somente queremos melhorar e fortalecer mais o presente e o futuro das SMP. Um grupo de bispos amigos das SMP solicitará este nosso pedido à nova presidência da CNBB, que será escolhida na próxima assembleia geral da CNBB, início de maio, 2019.

Por isso, com essa carta circular, estamos convocando os sócios e as sócias a uma assembleia extraordinária da ASMP para decidir juntos e festejar esse momento importante. Anotem a data e lugar: domingo 23 de junho, 2019, em Ananindeu (PA), no endereço: Seminário Xaveriano, Passagem Eduardo Silé, 30; bairro Águas Lindas. Início: 8 horas da manhã, terminando pela tarde. Telefone do Seminário: 91/21232133.A entrada da passagem fica na BR, bem ao lado do Colégio Sagrada Família. Nos dias 20-22/06, logo antes, haverá a última etapa do curso para formadores das SMP. Vejam de chegar ao sábado, dia 22/06, pelas 16 horas, para participar da bela formatura dos formandos. Eles também irão participar da assembleia extraordinária. O custeio da alimentação e hospedagem fica com a ASMP. Ótimo, se alguém puder ajudar. Somos pobres.

Segue neste mesmo e-mail o edital de convocação. Será publicado também no portal da CNBB Regional Norte II, travessa Barão do Triunfo, 3151, bairro Marco, Belém (PA) CEP 66093-050, onde está a sede da nossa ASMP. Será enviado também aos missionários dos quais possuímos e-mail e zap. Divulguem!

Nos dias 11-12 de agosto próximo, haverá, conforme aprovação na assembleia extraordinária de junho, a primeira assembleia ordinária da nossa nova “Organização Santas Missões Populares” (OSMP), em Brasília, na sede das Pontifícias Obras Missionárias (POMs). Durante a assembleia extraordinária de junho iremos passar maiores informações a respeito desta assembleia ordinária.

Para a assembleia extraordinária de Belém estão convocados os sócios, que assumem e vivem o espírito e a organização das nossas SMP, conforme estão em nossos livros. Esses contêm o DNA das nossas SMP, do qual não podemos nem devemos abrir mão; eles são a nossa grande riqueza. Os sócios deverão estar com suas anuidades em dia (este ano ficou em 50,00 reais). Sabemos que as distâncias e outras dificuldades impedem participar. Venha quem puder. Quem não puder, fique sintonizado, na oração e no apoio solidário.

Queremos desde já fazer um grande apelo: sustentar economicamente a caminhada das SMP. De fato, não recebemos nenhum tipo de ajuda nem de fora e nem de dentro do país. Até agora o lucro da venda dos livros conseguiu cobrir as despesas. Vocês sabem que os livros não são mais propriedade do pe. Luís Mosconi, mas da Associação ASMP. Tudo registrado no cartório. Porém, desde outubro 2018 está acontecendo uma queda grande na venda dos livros. Atualmente há mais despesas de que entradas. Assim não pode continuar.

Perguntemo-nos: por que essa queda na venda dos livros? É depoimento geral de que os livros, em primeiro lugar, são instrumentos fundamentais no processo formativo permanente para a nossa vida pessoal e para o compromisso com a missão. Eles são fruto precioso das SMP, são obras comunitárias. Uma riqueza incomparável. Não podem faltar na biblioteca de cada pequena comunidade de discípulos/as de Jesus e, para quem pode, na própria biblioteca pessoal. Em segundo lugar, a venda dos livros permite o sustento das SMP.

Além da venda dos livros, a solução terá que contar com uma maior colaboração econômica dos membros da nova organização. Não haverá mais obrigação de anuidade, e, sim, contribuição espontânea. Não nos chamaremos mais sócios, mas “membros” da organização. Se, entre os milhares de missionários e amigos das SMP, espalhados por esse imenso Brasil, houvesse uns quinhentos contribuindo com uma doação espontânea de 15-20,00 reais por mês, nós teríamos resolvido o problema. É possível? Será que vai acontecer? Seria realmente uma belíssima boa notícia.
Nós queremos avançar, queremos poder liberar uma pequena equipe de formadores para acompanhar a formação permanente dos missionários deste imenso Brasil.

Partindo, sobretudo, da assembleia dos episcopados da América Latina, do magistério e do exemplo de papa Francisco, das diretrizes da CNBB, não há mais dúvida: a missão de Jesus de Nazaré não é algo a mais, mas o coração de toda a pastoral.

O processo formativo pede, exige um mínimo de recursos financeiros. As doações espontâneas deverão ser de maneira permanente, todos os meses. Vamos fazer acontecer esse milagre para alegria de todos. Conversemos tudo isso com outros missionários vizinhos. Organizem-se em grupos de apoio das SMP. Enviem notícias e sugestões.
Era isso que queríamos partilhar com vocês. Ficou claro? Vamos continuar crescendo como família de Jesus, uma família missionária de tantos e tantos discípulos missionários de Jesus, como Ele tanto queria (Mc 3,31-35). Tudo isso é bonito, é possível, é urgente, para o nosso bem e da Igreja.

Mantenhamos contatos entre nós. Não esperem. Mandem sugestões. Leiam mais notícias no nosso site: www.santasmissoespopulares.org Escrevam à secretaria das SMP-ASMP para saber mais, para perguntar, esclarecer dúvidas (e-mail: 1989.smp@gmail.com telefone: (91)32567362, celular (91)982825573 (TIM); WhatsApp: (91)998366896). Rezemos, todos os dias, para esse belo serviço missionário das SMP continuar fazendo o bem.
Sim, outra coisa: já está circulando o nosso novo livro, cujo título é: UM GRANDE PROFETA APARECEU ENTRE NÓS. Quem já o tem, começou ler? Que tal? Está ajudando? Não pode ser uma leitura de raspão, quando sobra tempo, mas uma leitura meditada, rezada, “ruminada”. A secretaria comunica que o preço é: 25,00 reais. Não esqueçam: todo pequeno lucro na venda dos livros é para sustentar o serviço das SMP.
Que bom se muitos entre nós, ao saborear os livros, nos tornássemos divulgadores/ divulgadoras deles no meio do povo. Mãos à obra!

Grande abraço a todos. Mandem notícias.

Pe. Luís Mosconi
Presidente da ASMP

Belém (PA), 08 abril 2019